Monday, January 21, 2013

Facing Our Demons



If we are afraid of something and run away from it, that fear will continue to haunt us for the rest of our lives. Let’s say my leg is hurting. Instead of getting nervous because of the pain and choosing to dismiss it, I should become friends with that pain and understand what it is telling me, what it has to teach me. Let’s say I am afraid of taking a class because I think I am going to fail it. Instead of despairing and failing on my mind even before I take the class, I should dive into that fear, experience the ultimate terror of it, the paralysis that it brings to me. 

Only when I know my enemy I can face it and win my battles against it. Running away just take me even closer to what I am trying to escape.


Enfrentando nossos demônios

Se temos medo de alguma coisa e fugimos dela, esse medo vai continuar a nos assustar para o resto de nossas vidas. Digamos que minha perna está doendo. Em vez de ficar nervosa por causa da dor e decidir ignorá-la, eu deveria tentar ser amiga dessa dor, entender o que ela está me dizendo, o que tem para me ensinar. Digamos que tenho medo de estudar um determinado assunto, porque acho que não vou passar naquela classe. Em vez de me desesperar e falhar na minha mente antes mesmo de assistir a classe, eu deveria mergulhar nesse medo, experimentar o terror verdadeiro dele, a paralisia que ele traz para mim.

Só quando conheço meu inimigo tenho condições de encará-lo e vencer minhas batalhas contra ele. Fugir apenas me leva mais próximo do que estou tentando escapar.
 

1 comment:

  1. Creio que é assim mesmo...
    Uma boa lição.
    Um abraço

    ReplyDelete

Native American Prayer Meditation, by R. Carlos Nakai

FRIENDLY NOTE

My Brother

Nobody expects that you become a millionaire or a saint before the good enlightens your heart and guide your steps.

Sublime is a charity that turns into comfort.

Divine a charity that converts into radiant love.

From tiny seeds come the giant trees that sustain life.

Avoid talking about yourself.

Fulfill your duty without interfering with the tasks of others.

Do not look for praise while going about your obligations.

Do not get stuck to small things, when the overall good requires your collaboration.

Forgive offenses quietly...

(From the book "Our Book", by the Spirit Emmanuel, Francisco Cândido Xavier, posted first on the blog Alvorada Espiritual)


BILHETE AMIGO


Meu Irmão

Ninguém espera te transformes num milionário ou num santo para que o bem te ilumine o coração e dirija os passos.

Sublime é a caridade que se transforma em reconforto.

Divina é a caridade que se converte em amor irradiante.

De sementes minúsculas, procedem as árvores gigantescas que sustentam a vida.

Evita falar de ti mesmo.

Cumpre o dever que te cabe, sem intromissão nas tarefas alheias.

Não provoques o elogio no desempenho de tuas obrigações.

Não te prendas a ninharias, quando o benefício geral te reclame a colaboração.

Perdoa sem alarde as ofensas...

(Da obra "Nosso Livro", pelo Espírito Emmanuel, Francisco Cândido Xavier, postado antes no blog Alvorada Espiritual )

NATIVE AMERICAN WISDOM

“When it comes time to die, be not like those whose hearts are filled with the fear of death, so when their time comes they weep and pray for a little more time to live their lives over again in a different way. Sing your death song, and die like a hero going home.”

Chief Aupumut, Mohican. 1725


SABEDORIA INDÍGINA AMERICANA

"Quando chegar sua hora de morrer, não seja como aqueles cujos corações estão cheios de medo da morte, então quando sua hora chega eles choram e rezam para que possam ter um pouco mais de tempo para viverem suas vidas novamente de uma forma diferente. Cante sua canção de morte, e morra como um herói indo para casa.”
Chief Aupumut, Moicano. 1725